Que idade, amanhã?

4 Comments


«Amanhã», dizes tu. «Viverei amanhã.»

Quando virá, porém esse tal amanhã?
Ah! que sabemos nós do dia de amanhã?
Que idade tem ao certo o vulto de amanhã?
É coisa que se venda? É coisa que se compre?
Que certeza tens tu de estar vivo amanhã?

Tarde já é viver no próprio dia de hoje.
Mais sábio é começar a vivermos desde ontem.


Marcial (Sec I-II) in Epigramas, Livro V




You may also like

4 comentários:

Teatrakacia disse...

Trabalha-se... e prepara-se... e projecta-se... o 'amanhã'. Mas o amanhã só será quando chegar o amanhã, pelo que, de facto, melhor mesmo, é ir vivendo com força, com alegria, com fé, com amor...desde ontem.

João Branco disse...

E ontem já vai tarde!

lumadian disse...

O 'amanhã' é um sonho, uma projecção, uma quimera talvez.
Bom seria que se começasse sempre ontem, mas nunca deixando de esperar um amanhã.

João Branco disse...

Um amanhã que cante, de preferência...