Café Publicitário

10 Comments

O diplomata norueguês Charung Gollar, foi incumbido de apresentar, na ONU, um gráfico mostrando os principais problemas que preocuparam o mundo no decorrer de 2005.

Apresentou uma série de oito gráficos, intitulada «O Poder das Estrelas». Foi aplaudido de pé! E seu trabalho foi indicado a concorrer para o prêmio Nobel em Marketing político...

Vejam (clicar na imagem para ler a legenda em cada bandeira):









Recebido por mail




You may also like

10 comentários:

Kuskas disse...

João
Recebi isso por email tambem e digo-te, são os graficos mais bem concebidos e originais que já vi.
Retratam tudo...

João Branco disse...

Sem dúvida, Kuskas. Agora, eu pergunto-me o que poderiam representar as estrelas da bandeira de Cabo Verde? Isto é, seguindo este raciocínio, claro!

lumadian disse...

Acho esta postagem e estas bandeiras absolutamente fantásticas!
Realmente, está tudo dito!
FANTÁSTICO!!!!

João Branco disse...

Concordo!

dutilleul disse...

Bom, Charung Gollar, revela alguma falta de argúcia no que se refere à bandeira dos EUA. Senão repare-se: é sabido que entre os que apoiam a invasão do Iraque (encarnados) e os que são contra a invasão do Iraque (brancos), há uma a esmagadora maioria que também não sabe onde fica o Iraque (azuis).

Teatrakacia disse...

Criatividade!!!
Fantástico!!!
Dá prazer ver, descobrir, pensar como se 'navegou' para coisas bem conseguidas.
Eficaz

João Branco disse...

Dut, acho que a área azul não é a maior, e por outro lado parece-me que estas contas foram feitas a partir de estatisticas reais...

Tchá, sem dúvida. E não arriscas nenhum palpite para a nossa bandeira?

dutilleul disse...

“…a área azul não é a maior, e por outro lado parece-me que estas contas foram feitas a partir de estatisticas reais...”


João,

eu acho que as “estatísticas reais”, o que diriam realmente, é que a esmagadora maioria dos americanos não sabe onde fica o Iraque, independentemente de concordarem ou não com a invasão.
(Isto é uma graçola; não sou anti-americano, embora entenda que a política externa da actual administração é e foi, no mínimo, uma coisa lamentável)

Sobre a vossa bandeira:

Talvez a vossa classe política corresponda às estrelas (vai uma trocazinha? Vocês mandam a vossa e nós mandamos um engenheiro sanitário com pouco uso [não aceitem; isto é uma proposta sacana]).

Não arrisco mais nada; vistas de fora, as coisas podem parecer muito melhor do que aquilo que realmente são. O meu conhecimento limita-se ao que um amigo conta (e que me deixa sempre com uma enorme vontade de aí ir (não fosse o graveto e era aí que eu estava agora…), alguns filmes e documentários, meia dúzia de coisas lidas e vistas.
Mas gostava muito que vocês o fizessem. Sugiro-lhe um post aí no café com o desafio.

Dutilleul

João Branco disse...

Vamos ver... depois do festival da Baia das Gatas! Saravá!

dutilleul disse...

p.s: Arranjem maneira de encontrar cor para essa vossa extraordinária capacidade de brincar com a adversidade.Proponho o azul