Café do Conhecimento Diário

14 Comments


Billie Jean de Michael Jackson
foi o primeiro vídeo emitido na MTV
de um artista negro

Fonte: aqui




You may also like

14 comentários:

João Branco disse...

Será que eles já sabiam que ele iria virar branco? hehe

Teatrakacia disse...

Independentemente dessas ideias estranhas do Michael... Billie Jean aconteceu e a MTV nunca mais foi igual! Billie Jean valeu por isso... mas por muito mais, pois esse Michael Jackson, na altura ainda era de facto um artista, entertainer, bailarino, autor, compositor, intérprete marcante!

João Branco disse...

Foi sim, mas o que se passou depois, enfim! As operações, as paranoinas e as brincadeiras com os meninos...

Virgílio Brandão disse...

Oh, João, João...

as coisas não são bem assim; não.

MJ é o artista mais perseguido e incompreendido da história. O tempo o provará!

Ah, sabes que muitas dessas operações foram causadas pela doença que o tornou «branco» e que as «brincadeiras» com meninos não passaram de esquemas para enriquecer à sua custa?

Abraço fraterno

João Branco disse...

Virgilio... não sei não... e as paranoias com as doenças´? É ficção também?

Eu às vezes até chego a pensar que o MJ só pode ser mesmo é um... extra-terrestre!

Dundu disse...

Adivinha, adivinha!

Qual é a coisa, qual é ela que era preto virou branco, anda para trás e come criancinha?

Alguém sabe?


Antes de abrancalhar (contrair a doença) já fazia implantes de cabelo liso e plásticas para afinar o nariz.
Pessoalmente, acho que ele é muito perseguido, mas que é esquisitão , isso ele é.

CRA disse...

João
Eu adoro o artista em questão e particularmente o Billie Jean.
MJ será sempre MJ, sua obra viverá eternamente, independentemente das suas supostas loucuras.(no mundo dele tornou-se dificil saber o que é a verdade)
Abraço
Nude

João Branco disse...

Embora aparentemente contraditórios, eu concordo com os dois comentários anteriores: ou seja, ninguém pode tirar o mérito aos recordes e à carreira do MJ, percurssor em muitos sentidos, mas que ele é esquisito lá isso...

moreia cabel crutch disse...

E porquê que as pessoas de origem africana desfrizam o cabelo crespo?

João Branco disse...

Boa pergunta... alguém responde? Vamos lá meninas...

Sisi disse...

Por mais que digam sobre o MJ, para mim até hoje ñ houve um artista tão completo como ele, que já levou multidões e mais multidões à loucura em todos os cantos do mundo. Como pessoa tem os seus defeitos (quem ñ os tem), mas o trabalho que ele fez durante anos é simplesmente espectáculo e foi inspiração de muitos que andam por aí fazendo sucesso no mundo da música...sou fã incondicional do seu trabalho.

João Branco disse...

Sisi, o seu lugar na história da música já está garantido há muito tempo. Isso é claro.

Anónimo disse...

João,
Não resisto e tenho de dizer… adoro “Billie Jean”! MJ é e será sempre Grande, apesar de tudo que lhe aconteceu, enfim… as suas “esquisitices”, talvez, sejam histórias muito mal contadas.
Quando Thriller foi lançado tinha apenas 4 anos, em Cabo Verde e em todo mundo foi uma loucura… Um outro álbum dele que adoro é o “Of The Wall” de 1979. São dois álbuns extraordinários, e foram produzidos por outro Grande: Quincy Jones.
Kel abraço,
Ruben.

João Branco disse...

Eu não desconsidero a importância histórica do MJ. Antes pelo contrário. Mas lamento que o «Pop Star» dos anos 80 e 90 se tenha transformado numa espécie de aberração...