Um Café com Lilly Allen

2 Comments


Aconteceu numa Fnac em Lisboa, eu e a minha filha Laura (de 12 anos) a ouvir um mesmo disco num dos muitos pontos de escuta que estas lojas abençoadas tem por todo o seu espaço de vendas. Foi uma festa, principalmente no tema número 8 (salvo erro), cujo título e refrão começa com a mundialmente conhecida expressão "fuck you". O disco é pop puro e duro, a cantora é britânica e chama-se Lilly Allen. Ao que parece decidiu abandonar a sua carreira musical para se dedicar por inteiro ao teatro, isto numa altura em que é um dos maiores sucessos da pop mundial. Subiu logo na minha consideração. Ah, e o disco em causa, "It's Not Me Its's You" cuja capa está aí em baixo, é mesmo bom. Daqueles que colocam pai e filha a dançar juntos, aos gritos "fuck you", "fuck you" num local público. Coisa muito saudável para contrariar eventuais conflitos de gerações, que irão inevitavelmente bater-me à porta.





You may also like

2 comentários:

Lily disse...

A música, entre outras coisas, pode ter esse efeito positivo de diminuir os conflitos geracionais!
Acho que não conheço a cantora...mas com esse nome tenho de ir investigar!!!
(Só fiquei com uma dúvida: porque escreve Lilly Allen, quando na capa aparece Lily Allen?)

JB disse...

Não, aparecem dois L's. Ela está deitada sobre o segundo! :) Abraço