Perguntas Cafeanas

14 Comments



Quanto tempo o tempo realmente tem?


À melhor resposta, ofereço um café



You may also like

14 comentários:

Anónimo disse...

4 Respostas possíveis:

1) Tem o tempo que o Mário Crespo tem! (jingle da SIC Notícias);

2)Cada coisa a seu tempo tem seu tempo (Ricardo Reis);

3)Tem o tempo necessário para "Tirar da alma os bocados precisos - nem mais nem menos -
Para com eles juntar os cubos ajustados
Que fazem gravuras certas na história (Álvaro de Campos);

4) Tem o tempo que o tempo tem, porque "O tempo corresponde a regular o presente a partir do futuro deduzido do passado (Auguste Comte).

a) RB

carol sakurá disse...

Olá!
O tempo tem a medida e o volume de uma xícara de café!
srsrrsrs
Adorei o texto!
Já estou seguindo e está em meus favoritos.
Abs!

Carol Sakurá
http://lepoeteenfleur.blogspot.com

Tchale Figueira disse...

Para um menino que nasceu e morreu inocente nuca houve para ele tempo. para um ser pensante o tempo é uma certa memoria do passado, do presente, até a morte, onde o tempo se apaga. Será que os enfermos com Altzheimer tem a noção do tempo?

Anónimo disse...

O tempo, como todos sabemos, é relativo. Há momentos que parecem demorar uma eternidade, e há momentos que duram pouco, e que nós queriamos que durassem uma eternidade.

È como li algures, quando somos novos um dia passa depressa demais; quando velhos, os dias são uma eternidade.


Abraço,

Pimintinha

zito azevedo disse...

O REMPO PERGUNTOU AO TEMPO QUE TEMPO É QUE O TEMPO TEM...O TEMPO RESPONDEU AO TEMPO QUE, O TEMPO, TEM O TEMPO QUE O TEMPO TEM !
Zito

Cuca disse...

Os doentes com alzheimer têm o tempo deles que não é com certeza o nosso tempo mas o tempo deles. Porque o tempo não é no singular mas sim no plural...

Lily disse...

O tempo é intemporal...

Lily disse...

O tempo é intemporal...

ManuMoreno disse...

Dexam manda um palavriadu Djonsa:

O tempo e' o Rei do meu a-fazer
ou seja, o tempo e' o meu pensar
e porque nao o meu sentir
O tempo e' o meu trabalhar
e porque nao o meu desculpar
O tempo e' o meu pensar
e porque nao num altar
O tempo e' o meu conversar
e porque nao o meu chorar
O tempo e' o meu namorar
e porque nao o meu amar
O tempo e' um chato
quando nao consigo aproveita-lo
e porque nao, quando nao sei falar
quando nao sei escrever e nem ler
O tempo e' o meu caminhar
e porque nao o meu tropessar
O tempo e' o meu continuar
e porque nao o meu estudar
O tempo e' o meu aproveitar
e porque nao o meu desculpar
a quem teve tempo de ler
essas coisinhas que tive tempo de juntar.
Ah...O tempo e' o tempo
para quem teve oporunidade de nascer
e para quem tem tempo para viver...!

ManuMoreno
Kel Abxom di Kuraxom!!!

JB disse...

RB, assim não vale. Isso deveria vir com 4 pseudónimos diferentes!

Carol, obrigado. Também gostei muito de seu espaço.

Tchalê, até para mim o tempo é diferente hoje, do que era há 10 anos atrás por exemplo.

Pimintinha, sempre vi isso ao contrário. Quando era menino, o tempo demorava muuuuuuito a passar (nunca mais era Natal, nunca mais era meu aniversário, nunca mais chegavam as férias de Verão, etc.); hoje, tudo passa muito depressa e quando chegarmos no final do percurso certamente pensaremos que a nossa vida não foi mais do que um pequeno instante.

Zito, ou Mário Crespo... :)

Cuca, plural, isso mesmo.

Lily, o tempo é relativo, portanto.

ManuMoreno, muito bom, poeta!

Arsénio disse...

Uhh, será que enquanto escrevo essas palavras, já começo a ter menos tempo?

Júlio Fortes disse...

Depende do inicio e do fim do tempo.

GJ disse...

O tempo tem o tempo de um cenário. Muda conforme o êxito da peça.

xaquitim disse...

Ué? O tempo tem tempo? Nos tempos que correm deve ser então o unico que tem tempo.