Tertúlia dos Mentirosos 75

5 Comments


Poeminha de louvor ao strip-tease secular


          Eu sou do tempo em que a mulher
          nem mostrava o tornozelo;
          que apelo!

          Depois, já rapazinho
          vi as primeiras pernas de mulher
          por sob a curta saia;
          que gandaia!

          A moda avança,
          a saia sobe mais,
          mostrando já joelhos
          lupercais!

          As fazendas com os anos,
          se fazem mais leves,
          e surgem figurinhas, pelas ruas,
          mostrando as lindas formas quase nuas.

          E a mania do sport
          trouxe o short.

          O short amigo,
          que trouxe consigo,
          o maiô de duas peças.

          E logo, de audácia em audácia,
          a natureza, ganhando terreno,
          sugeriu o biquini,
          o maiô, de pequeno, ficando mais pequeno
          não se sabendo mais,
          até onde um corpo branco,
          pode ficar moreno.

          Deus, a graça é imerecida,
          Mas dai-me ainda
          Uns aninhos de vida!

          Millôr Fernandes



You may also like

5 comentários:

Anónimo disse...

Amén!

zito azevedo disse...

Onde é que eu já li isto? Afinal, parece que não li, parece que vivi!
Zito

JB disse...

:))) Muitos mais aninhos te esperam!

Tina disse...

Haha, esta eu não conhecia!

Quem sabe se não faltarão tantos anos como isso... Afinal, em Lisboa vejo as meninas quase nuas, mostrando quase tudo. Às vezes, só lhes falta mostrar-se de parra, hehe.

E com a crise que cada dia se agudiza mais, quem sabe se os trapinhos não vão encurtar mais?
Bem declarou Medina Carreira há bocado, numa entrevista a Mário Crespo na SIC Notícias, que isto vai piorar e em grande, se avançarem com mais auto-estradas e manias de grandeza com TGV, que os países nórdicos dispensam perfeitamente!

No Deserto... disse...

Muitos aninhos para nós!!