Os outros calculam, mas tu não

3 Comments


          Porque os outros se mascaram mas tu não
          Porque os outros usam a virtude
          Para comprar o que não tem perdão.
          Porque os outros têm medo mas tu não.
          Porque os outros são os túmulos caiados
          Onde germina calada a podridão.
          Porque os outros se calam mas tu não.

          Porque os outros se compram e se vendem
          E os seus gestos dão sempre dividendo.
          Porque os outros são hábeis mas tu não.

          Porque os outros vão à sombra dos abrigos
          E tu vais de mãos dadas com os perigos.
          Porque os outros calculam mas tu não.

          Sophia de Mello Breyner Andresen



You may also like

3 comentários:

zito azevedo disse...

É a distancia que vai do SER ao parecer...
Zito

Anónimo disse...

Depois da teoria da relatividade veio a teoria das cordas. E nós aqui sem nos darmos conta do que se desenrola sob os nossos olhos. Até quando?

Que triste país, o nosso Caboverde onde os pensadores, filosofos morreram no ovo ou os pintinhos desorientados não sabem onde dar com o bico...Até quando?


In fine... até quando?

(foi um grito de fora para dentro, talvez não à propor aqui mas enfim... para não escrever à uma pedra)

Anónimo disse...

(esqueci-me de assinar)

moreia ta mordê sê rob