Perguntas Cafeanas

24 Comments



O que é que dói mais:
a dor de corno ou a dor de cotovelo?


À melhor resposta, ofereço um café




You may also like

24 comentários:

Anónimo disse...

a natureza desses sentimentos é completamente diferenciada... dor de corno é devido um factor externo e é uma dor que é imprevisivel... só vivendo mesmo para se saber...

Dor de cotovelo é sentimento que não ajuda ninguém viver de bem com a vida. pessoalmente afugento de mim este sentimento. E caso ela chegas, não cultivo!

Por este é esforço interno e sentimento depende de nós mesmos e do que queremos da vida.

João Branco disse...

Bem visto, caro Anónimo. Mas falta um bocadinho de humor aí...

Anónimo disse...

ok João! prefiro sentir dor de cotovelo de que dos cornos....

Dundu disse...

Só pode ser a dor de cotovelo, porque
corno é fantasia, corno não existe. São coisas que põem na tua cabeça.

João Branco disse...

Ok Anónimo!

Hahaha Excelente resposta, Dundu!

neulopes disse...

Dor de corno ca devê ser sábe pa ninguem. Ma dor de cotovelo é sábe pa frónta na ôtes pessoa.
Só ajuda a gente a melhorar a nossa capacidade. É móda quêl filme "Highlander" - sês cabéça ta caí e poder ta bem pa quem seria alvo pretendido.
Tem gente que ainda ca compreendê efeito boomerang nêss mundo.

Kuskas disse...

João

Prefiro mil vezes dor de corno do que de cotovelo. Alias procuro sempre ser uma pessoa melhor, pois a INVEJA não nos leva a lado nenhum.

Agora, que dor de corno dói, isso dói...principalmente nos Homens

Teatrakacia disse...

De cotovelo... não sei! (Existe?)
De corno... é psicológico!
Agora...há outras dores que de facto doem...corroem...'matam'!
Tchá

João Branco disse...

Neu, de certeza o mestre Manuel d'Novas tem algo a dizer sobre isso sob a forma de coladeira!

Kuskas, será?

Tchá, existe! Garanto-te que existe! hehe

Kuskas disse...

É João,

A dor de corno na mulher é emocional e no homem é no orgulho, na macheza, na virilidade, por isso dói mais ahahahah

João Branco disse...

«A dor de corno na mulher é emocional»... Oh Kuskas, esta teoria é muito interessante. Será que as outras «margosas» que andam por aqui concordam com isto? Será esta a explicação para uma estranha tolerância do sexo feminino perante as «puladas de cerca» dos respectivos maridos/namorados, como se fosse impossivel lutar contra a «natureza do homem crioulo que é assim e pronto, não há nada a fazer»?

Sisi disse...

Kuskas permita-me discordar da tua teoria. Ok que na mulher há sempre aquele carácter emocional, mas tb temos o nosso orgulho, que fica bastante ferido nestas situações e é ele que muitas vezes nos torna tolerante às traições, porque ñ queremos dar o braço a torcer a outra mulher. Mulheres, verdade ou mentira?
Quanto aos homens, eles não demonstram o lado emocional da dor de cornos perante os amigos (homens apenas), pk no "apartaid" é diferente, a dor é outra. Homens, verdade ou mentira?

Relativamente a pergunta, acho que a dor de corno dói mais, independentemente do sexo, até pk o coração ñ tem género. A dor de cotovelos é feia, mas quem nunca o teve que atire a primeira pedra.

João Branco disse...

Pronto, kuza djá kenta! Vamos lá?! Estas dôres são diferentes conforme o gênero de que se está a falar? Eis uma questão interessante, ligada a esta cafeana.

Kuskas disse...

Oh Sisi
Quando digo que a dor de corno na mulher é EMOCIONAL, quero dizer que a mulher fica magoada, traida nos sentimentos, no orgulho etc
Já nos homens a DOR é na ESSENCIA do ser masculino, é na masculinidade, é na virilidade.
Eu tenho não perdoo traição, seja ela fisica ou emocional... por isso João as puladas de cerca para mim são o suficiente para colocar um homem a pastar....

Se ele quer a outra ou outras, que fique com elas, mas não me venha coçar o ego dizendo, que é a mim que AMA e bla bla...

Já trai e fui traida, mas em ambas as situações deixei a pessoa com quem namorava....e assumi a traição.
A desculpa que a maioria dos homens usam "foi só sexo querida", para mim é válido para ambos os sexos.

João Branco disse...

Excelente comment, Kuskas. Mas a realidade é bem diferente... Digo eu!

neulopes disse...

O pior é se a dor de corno se tornar dor de cotovelo. Ai mundo bemba!

João Branco disse...

Hehe Neu, bem visto...

MYA disse...

Doi mais a de corno, porque a de cotovelo passa rapido .

João Branco disse...

Kaustica, depende. Olha que há por ai uns invejosos, cuja dores de cotovelo se mostram tão poderosas como qualquer dor de corno de algum matcho ofendido...

MYA disse...

De certeza k junto ganharam um par de cornos tambem.

João Branco disse...

Ai ai! Ka bo tem dúvida!

MYA disse...

Ok, 5% de duvida... (so pra te fazer o jeito)

João Branco disse...

Tipicamente Carneiro: tem que ter sempre a última palavra. (Mesmo que não tenha mais nada para dizer).



P.S. Considerando que tem SEMPRE algo para dizer. Hahaha

MYA disse...

Nem te respondo eheh