Um Café com uma Interrogação

4 Comments




E se hoje, como quem não quer a coisa, em vez da falta de política cultural, do desânimo de ter estado na televisão pública a dizer as mesmas coisas que andamos aqui a repetir séculos há, eu resolvesse, apenas e só, falar de amor? Vocês levariam a mal?

Vocês levariam a mal se hoje, apenas por ser dia 24 de Agosto, um dia como qualquer outro bem entendido, em vez das eleições que aí vem, do preparo que temos que ter para todas as maledicências e má-língua que vamos ter que ouvir, das promessas que sabemos de antemão que não vão ser cumpridas, das propostas que nos batem à porta, desconfiadas, porque algumas delas deveriam já nos ter entrado pela casa adentro séculos há, eu resolvesse, apenas e só falar de amor? Vocês levariam a mal?

Vocês levariam a mal se este amargo do dia de hoje não seja para as ironias, os sarcasmos, as críticas mais ou menos veladas, sobre festivais, preguiças, festas, deixa-andar, cortes de electricidade e falta de água, bota baixismo, lixo e lama, neste país que tem verde no nome mas cujo mar se torna castanho em dias de tempestade, e fosse guardado, o amargo-doce, apenas guardado, apenas e só, para falar de amor? Vocês levariam a mal?

Como escreveu o grande Drumond "Que pode uma criatura senão, entre outras criaturas, amar?" Pois é, há dias assim, em que tudo à nossa volta é pura redundância, em que nos tornamos de certa forma egoístas, e só temos olhos para aqueles que nos aquecem (ou nos refrescam, conforme o caso) e dão um verdadeiro sentido à nossa vida vivida. Tudo o resto é paisagem. Vocês levariam a mal?


Fotografia de Gregory Colberg, claro, o magnífico captador das imagens do puro amor




You may also like

4 comentários:

Anónimo disse...

João
Estava animadissima com a ideia de, por fim, no meio do cenário do dia-a dia podesse ler sobre o amor... e afinal só falaste de querer falar sem falar.
Espero queo proximo post seja de amor. Chuif
D.G

lams disse...

já que mencionaste a tua presença na televisão queria mais uma vez reforçar que admiro a forma simples, real e clara com que tu expões a tua opinião a respeito dos mais diferentes temas, e desta vez não foi diferente, espero que os menos avisados possam pelo menos refletir sobre tudo que foi exposto no debate . abraços de alguem que compartilha de muitas opiniôes.

JB disse...

Agradeço a opinião, lams. Abraço.

Kuskas disse...

Oh Joao Claro que podes.
Queria te dizer para não desanimares com os teus projectos culturais. Gostei de te ouvir e ver na Televisão. E parabens por este ano termos Mindelact na Praia :D

Abraços