Café da Memória Futura

5 Comments




"Estamos a preparar o projecto para a construção de um grande palácio da cultura em S. Vicente, com auditórios e espaços para valorizar toda a dinâmica cultural da ilha."

José Maria Neves - entrevista ao A Nação de 29 de Julho de 2010



Nota Cafeana: em tempos de pré-campanha eleitoral, inauguramos esta nova secção do Café Margoso, porque certamente iremos ouvir muitas coisas em forma de promessa. Esta pareceu-me uma boa forma de começar...





You may also like

5 comentários:

zito azevedo disse...

Estaria a falar do Eden-Park?

Adriano Reis disse...

É mais uma força aos agentes culturais de não parar de ser activista!

Nem vou falar da politica, lanço a minha esperança aos agentes culturais para aproveitarem a vaga da pré-campanha e serem activistas e confrontar os politicos em assumir comprimissos e não esqueçam que tem que serem neutros na politica.

saudações Culturais!

Anónimo disse...

EU muito sinceramente acredito muito nesse novo candidato a Primeiro Ministro JMN do que o outro que está lá há 10 anos no Governo, o Zé Maria.

o novo candidato JMN tem um novo discurso e novas e inovadoras propostas para Cabo Verde. O actual governante Zé Maria está cansado e quase já não se vê na TV.

o novo candidato tem outra pinta. Já tem um rico palacete amarelo na Prainha e está agora sempre a aparecer quase que a dizer que os outros anteriores, Veiga e Zé Maria não fizeram quase nada nas últimas duas décadas ...

e cá vamos nós ... nesta palhaçada que não tem outro nome.

Anónimo disse...

Não há um Palácio para a Cultura, mas temos o actual museu do artesanato a cair aos pedaços, uma fantástica sala de cinema abandonada à sorte, dois ou três pequenos auditórios sem manutenção. Mas como somos ricos, aliás muito ricos, abandonamos tudo isso e fazemos um Palácio. É claro que quando este também já não servir por má gestão e falta de conservação, faremos outro ainda maior e mais caro, e depois outro e outro, até termos entre nós o Reino da Cultura, semeado de Palácios e Criadores.

Até quando o raio do Goebbels me vai martelar a cabeça com a célebre frase “quando me falam em Cultura saco logo da arma”.

Paulo

Anónimo disse...

Cambada de tristes e deprimidos !!!
Para vocês, pseudo-intelectuais, tudo é cinzento, nada presta, só o vosso pseudo-pensamento baixo astral.
O mundo e os certinhos são vocês, o resto não presta. Porquê ???
Caso de psiquiatra.