Perguntas Cafeanas

13 Comments




Porque é que a probabilidade de ir ao Colombo e não dar de caras com um cabo-verdiano conhecido é mais ou menos igual à de acertar no euro-milhões?



À melhor resposta ofereço um café





You may also like

13 comentários:

Tey Alexandre SilFonSoares disse...

Agora que a kriolagem já sabe que lá é que fica a "Praça" já é até normal. Mas eu tive lá, logo quando abriu, em plena época festiva, uma enchente de gente. E a ideia que eu tinha era que dar de caras com alguém conhecido era quase impossível. Mas até que de repente oiço a chamar o meu nome... Era a Giselle Tolentino de Soncente, irmã da Sylvia. Umas voltas depois, oiço um assobio caracteristico, e vejo 3 amigos da malta "Bobslone" da moradia na Praia... e eu tão abismado que fiquei, passei a contá-las... e nessa sexta-feira encontrei 17 pessoas conhecidas, de entre Santiago, S. Vicente e Sintantom... é muita gente...

Muita gente tem mania de afirmar que o Kriolo está em todo o lugar, o que tem uma certa dose de verdade... tanto que em pleno Beijing encontrei até pessoas conhecidas, pasme-se!!...

Mas verdade seja dita que tb, estive 6 meses no Japão, nada de kriolos, nem sequer Portugueses, mas sim uns tantos brasileiros...

zito azevedo disse...

Poque a rotina continua a comandar os nossos passos...

E. F. disse...

esta agora foi na muche, hahahahahaha...

pk Colombo é plurim/rua de lisboa/sucupira de lisboa pa criol....

hahahaha

Helena Fontes disse...

Porque os crioulos que por cá circulam, indo e vindo, inclusivé membr@s de governo, não têm imaginação e o bichinho de conhecer outros kaus.

Sabes que tem estudantes universitários em Lisboa há mais de cinco anos que nunca foram ao Castelo de São Jorge?!! Nem que seja como turista, e os que residem em Lx nem pagam...

Enfim, o Colombo é quem descobriram primeiro, e de lá não arredam, fazer o quê JB?

Acho que podes pagar-me o café, tanto mais que estamos na mesma cidade pelas mesmas circunstâncias..

ehehehe

BFS

;

HF

Amílcar Tavares disse...

Álguém já o chamou de Kilombo. :))

Sabina disse...

Ou eu sou muito distraída ou já ganhei o euromilhões e ainda não dei por isso.

Anónimo disse...

Se não sabe porque é que pergunta???

JB disse...

Olkha este: não é suposto a gente perguntar, precisamente, sobre o que não se sabe?

Anónimo disse...

hihihi

gi Lisboa disse...

hei JB, ja bo pensa que cabo-verdiano na colombo esta propocional a concentração Guineenses na Rossio e a Indianos na Martim Moniz?

JB disse...

És capaz de ter razão. Ou no café mindelo, que pelo nome tem só malta de soncent, ali perto do teatro D. Maria II e o Coliseu. Oh ke luga sabe pa ba tma un grog!

Júlio Leite -POPEY disse...

ainda existe há aquela loja "Frango de Moscavide"? 1 frango com batatas fritas e 1 sagres de 1L. bons tempos.2000

Anónimo disse...

Acho que para o caboverdiano que vive em Lisboa, estar em Colombo significa estar mais perto de CV. Verdade seja dita, nós criolos, gostamos de "parcê" de "passá sabe" de "ser criole na terra d'gente", e que lugar oferece possibilidade de sermos e vermos tudo isso, o pacote inteiro??? COlOMBO PT, e não Columbinho de SV