Café com Ciência

7 Comments




"A análise de duas grandes pesquisadoras americanas, a National Longitudinal Study of Adolescent Health e a General Social Surveys (indicadores de QI de milhares de adolescentes e adultos dos EUA), feita por um especialista em psicologia evolutiva da London School of Economics, concluiu que homens com um QI mais elevado estão mais propensos à monogamia e a exclusividade sexual do que os homens menos inteligentes. O pesquisador alega que a correlação entre a inteligência e a fidelidade nos homens tem suas origens no desenvolvimento evolutivo. O mundo moderno já não confere tal vantagem evolutiva para os homens que têm várias parceiras sexuais - tendo em vista que, socialmente, a monogamia é mais aceite e possibilita maiores hipóteses de relacionamento amoroso.

Entretanto, a mesma relação não é observada nas mulheres. Outras características evolutivas que são mais comuns entre as pessoas de inteligência superior, incluindo liberalismo e o ateísmo, segundo o estudo indicou."

E esta hein?!

Imagem: La Chapelle (só podia, com este tema)





You may also like

7 comentários:

Anónimo disse...

A mim é burro!

a) RB

Nox Lilin disse...

Na minha experiencia, as pessoas mais inteligentes são mais infieis, porque sabem esconde-las melhores e assim continuar a vida como exemplos de fidelidade perante a sociedade.
E esta hein!

Pedro Pina disse...

QI? ainda se fala nisso?

Tey Alexandre SilFonSoares disse...

tenho-me sentido mais burro, mas não sabia a razão... Mas então... viva a burreza

Carla disse...

os africanos estavam incluidos nesta pesquisa??????????????????????????

Anónimo disse...

Nox, exemplos de fideldidade ou exemplos de fraude??

Nox Lilin disse...

Anónimo,
podem ser fraudes, mas a verdade é que o que os olhos não vêm, o coração não sente.