Café Publicitário

10 Comments

Excelente campanha que nos mostra como um simples preservativo usado no momento certo, pode evitar uma grande catástrofe. Para bom entendedor...












You may also like

10 comentários:

Sarabudja disse...

LOL! Muito muito bom.

Felina disse...

Criativo e inteligente sem duvida

Ivan Santos disse...

vamos lá usar máscaras...ops..digo preservativo!!

Tiago disse...

Não há um do Salazar!??? E do Jardim?

JB disse...

Sarabudja, de acordo!

Felina, o mundo da publicidade por ser assim...

Ivan, prevenia-se muito mal!

Tiago, tem que se deixar algo para a imaginação de cada um...

Anónimo disse...

Acham criativo e inteligente? Só se o for graficamente, que é uma forma limitada de apreciar a arte, mesmo a publicitária. O que está subjacente a esta publicidade é uma apologia da eugenia - a maldade humana está nos genes. Uma ideia, que me parece, muito pouco humanista e muito pouco de esquerda.
Paulo

Sisi disse...

De uma criatividade sem palavras!
Como dizia a outra, "save sex or no sex".

Mic Dax disse...

Grande conformismo occidental orientado e orientante. Quanto tempo temos que esperar para olhar as cabeças de Napoleon, de Truman (Nagasaki & Hiroshima) ou de Bush/Dick Cheney?

JB disse...

Paulo, uma campanha publicitária sustentada na imagem não tem que resultar em raciocínios desse género. Esta publicidade está subjacente a uma pergunta que se costuma fazer em algumas discussões de café (pelo menos a mim já me aconteceu), como esta: se pudesses viajar no tempo e matar Hitler à nascença, fa-lo-ias (sabendo o que aconteceria se ele ficasse vivo...)? Penso que a campanha joga com isso e não vejo nenhuma maldade preconceituosa nela. Pelo menos à primeira vista.

Sisi, eu também gostei, mas as opiniões são divergentes. Ainda bem!

Mic Dax, lá está, justificar um mal com o mal dos outros. Não muito obrigado. Já agora poderíamos questionar porque não está ali também o Mugabi ou o Fidel, por exemplo... Ou achas que só os ocidentais consideram horrendo o que Hitler provocou?

Mic Dax disse...

JB: m'ca tava tenta d'justifica nada, e bô sabê muuuuito bem. Merca têm sês inmig (m'ca ta julga/justifica nada) e sê propaganda ti ta continua, moda sê no tinha dsistid d'qualquer spirt critca.

Dpos, ba fla de Hitler na Asia, bo ta fca spantod.

NB: 1a vêz bo consgui scrêvê nha nome, champagne!