Café (mais) que Óbvio

10 Comments


De passagem pela cidade da Praia, onde fiquei apenas algumas horas, apanhei um taxi no aeroporto para tratar de uns assuntos no centro e no caminho assistimos a uma cena caricata (ou talvez não). Vindo da janela de um taxi que circulava na nossa frente voou uma quantidade enorme de papeis, que depois entendemos serem boletins do totoloto. que de imediato se juntaram à paisagem circundante. A reacção do meu taxista, resignada, foi curta e grossa:

"Praia ka ta limpa nunka más"

E portanto, aqui fica o mais óbvio dos óbvios. Não há equipa camarária, não há Presidente de Câmara, não há planos de emergência, não há dinheiro, não há Estatuto Especial, não há rigorosamente nada que se possa fazer pela capital de Cabo Verde se não se alterar a base das bases: a mentalidade e a cultura de desleixo que ainda reina neste país a nível de civismo. Até porque deitar a culpa para cima dos outros, principalmente se estes outros forem políticos, fica sempre bem, mas nem sempre são estes os principais culpados. Ou os únicos. Mas isto é tão óbvio que nem sei se justificou o presente texto.






You may also like

10 comentários:

Deina disse...

Não viste nenhum taxista a fazer xixi na rua? Também é o pão nosso de cada dia nesta cidade que infelizmente "Ka ta limpa nunca más".
Basta ver que a cidade já ganhou outro ar com as rotundas todos enfeitadinhas com plantas que... já estão a ser roubadas.
Fazer o quê!!!!!!!!!

Tiago disse...

João, deixa-me ser levemente «politicamente incorrecto»: com o mal da Praia posso eu bem! Eu acho graça é ao júbilo mindelense com o lixo e o mau cheiro da cidade da Praia, como se não acontecesse «quase» o mesmo aqui por São Vicente. Lembro-me de, em 2003, ir à Praia e, ainda aqui no Mindelo, todos me falarem da sujidade das ruas da Praia. Sinceramente, não me deparei com um cenário assim tão diferente daquele que podemos encontrar, facilmente, no Mindelo, já para não falar do estado miserável de praias como a Praia Grande ou a Praia do Norte. Parece-me que o facto da cidade da Praia ser mais suja do que o Mindelo, o que parece ser uma realidade, justifica que nos esqueçamos todos do mais importante: a cidade do Mindelo não é limpa. Encontrar caixotes do lixo não é assim tão fácil. E a tal atitude, falta de educação e de civismo, dos praienses «em nada» difere da dos mindelenses.

Anónimo disse...

Não tem nada a ver, mas aí vai uma outra história telegráfica:

Segunda-Feira, dia 24 de Agosto de 2009. Avião TACV para Lisboa, 9,30 da manhã. Pejadinho de gente. Crianças, muitas. De colo, a maioria. Calor, terrífico. Ar condicionado, nem por isso. Suor, abundante. POLÍCIA DE FRONTEIRA, UM SÓ. Burocracia, inacreditável. Atraso, óbvio. Avião descola. Comandante pede desculpa. Atraso deveu-se a lentidão de embarque dos passageiros. Valha-nos Deus!

a) RB

Álvaro Ludgero Andrade disse...

É meu querido JB, se soubesse que estavas aqui te levaria a outros lugares para veres onde fica o Inferno... Dizem por aí que somos PRM, país de rendimento médio, mas por enquanto continuamos tendo pessoas de raciocinio mínimo. É triste.

Manu Moreno disse...

bem falado Deina!!!

Djonsa, keli e' kel filosofia de " Ser e Estar"

Kel abxom di kuraxom!!!
ManuMoreno

Tina disse...

Ainda vejo cenas dessas em Lisboa, que se considera uma cidade evoluída... Não se pode passar na Praça de Espanha e muitos outros locais à noite pois há um pivete a urina que faz dó! Se não lavassem as ruas...

Por isso, não me admira nada que isso aconteça em Cabo Verde. Só quero crer que é uma questão de educação, que deverá começar nas escolas!

Lily disse...

Sim Tina, por Lisboa e um pouco por todo o Portugal... ainda é frquente e muito triste ver o lixo que as pessoas atiram pelas janelas do carro, atirar o lixo para o chão com o caixote não muito longe...
Dizia o Tiago, "Encontrar caixotes do lixo não é assim tão fácil"... no Mindelo pode não ser, em Portugal, pelo menos nas cidade maiores já o é... e o lixo é lançado na mesma para o chão, quantas e quantas vezes...
São as cabeças que têm de ser trabalhadas... felizmente as escolas trabalham cada vez melhor a questão da educação ambiental... eé só falar com um pequenote para recebermos verdadeiras lições de ecologia!

Anónimo disse...

Boas
Já saiu uma nova lei aqui em Pt: multa de 60 a 300 euros a quem mandar lixo pela janela do carro a fora. mesmo as beatas!!
Resta saber se vai haver quem fiscalize.
Qdo começar a ir ao bolso das pessoas vais ver se não se preocupam.

Tudo é uma questão de hábito.
Mudar a mentalidade de um povo deve ser das coisas mais dificeis do mundo.
EU TINHA MEDO DE SER POLITICO SÓ POR SABER ISSO!!

Bjs
Samira (cabverdiana em Lxa).

zito azevedo disse...

Às vezes dá vontade de pedir ao tempo que volte para trás...Para o tempo em se pagava uma multa de dois e quinhentos por...cuspir no chão!
Zito

Olga disse...

Só apetece gritar! Mas isso será poluição sonora, só por isso não o faço! Mas é inadmissível o pouco civismo, a falta de respeito pelo próximo, pelo vizinho. Ainda esta semana, um nosso querido vizinho lá do prédio Bela Vista, n.º 57, Palmarejo, dono de uma loja (também fábrica, em pleno prédio residencial) resolveu fazer obras na cave! Muito bem, desde que tenha a devida autorização! Mas essa autorização, caso a tenha, não lhe permite barrar o caminho entre a estrada e o prédio com o entulho, que de um dia para o outro se vai acumulando e se tornando um pilha de lixo que nesta data já tem mais de meio metro de altura e 3m de diâmetro. Custa retirar o lixo que produzem durante o dia? Ou será que estão à espera que o carro da camara venha apetrexado de pás e o faça por eles! Ou por nós, que lá vivemos e temos de aturar os desmandos de qualquer um. Socorro! Onde estão os fiscais da camara quando precisamos deles?