Café Matemático

6 Comments


51% de bebés africanos
são alimentados com leite materno nos primeiros dois anos de vida

(Dados revelados pela OMS, no âmbito da Semana Mundial da Amamentação, a decorrer entre 01 e 07 de Agosto, e que constitui a melhor média entre os continentes.)

Fonte: aqui





You may also like

6 comentários:

Sarabudja disse...

Ou não fosse Mãe África!
África dá-nos tempo para nos sentarmos e alimentarmos os nossos filhos enquanto os olhamos os olhos. (e não para o relógio)

zito azevedo disse...

Ah! Se fosse possivel prolongar esse ganho a todos os anos subsequentes da vida de todas as crianças, de todo o mundo, de todas as raças, de todos os credos, como se se cumprisse um desígnio universal...
Zito Azevedo

mito disse...

MAMASUTRA

JB disse...

Sem dúvida, Sarabudja.

Zito, e de quando em quando aos adultos! :)

Mito, genial.

zito azevedo disse...

Claro, sem esquecer que, todos os adultos já foram crianças...
Zito Azevedo

Joshua disse...

As campanhas de incentivo à amamentação até aos dois anos promovidas pela OMS em África têm motivações bem práticas. A OMS sabe que para grande parte desses bebés o leite materno é a única fonte de proteina animal disponível e que assim a amamentação termina aumentam as carências alimentares. Também sabe que oferta de leite em pó pelas multinacionais que depois será destribuido pelas ONG só complica o problema. Com a falta de água potável é quase impossível fazer um biberão em condições aumentando o risco das doenças.
Por fim amamentar até aos 2 anos significa, na maioria dos casos, que não haverá outro bebé tão cedo para aquela mulher e assim a OMS promove desta forma o controle de natalidade.
Lá se vai a visão romântica da coisa...