Um Café Curto com um Entreposto

7 Comments


A Margarida volta à carga para lembrar o absurdo deste concurso (aqui), já referido também no Café Margoso (aqui). Desta vez, encontrei no blogue de Rui Simões, Der Terrorist, este comentário:

"Nesta “coisa” das 7 Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo, uma das “maravilhas” a concurso era a Cidade Velha de Santiago em Cabo Verde, cidade que «nasceu e desenvolveu-se por conta do tráfico negreiro», vulgo comércio de escravos. Há bocado ouvi na RTP1 uma menina referir a Cidade Velha de Santiago como “importante entreposto humano”. Assim mesmo. E assim vai a História de Portugal e assim vai a nossa relação com a nossa História."

Realmente, quando a televisão pública portuguesa tem gente que escreve e utiliza na antena termos como "entreposto humano", referindo-se ao tráfico escravo com a mesma leveza com que fala de um supermercado do Continente, está tudo dito.



You may also like

7 comentários:

Morenita disse...

Mas naquele tempo era levado nessa leveza porque era usual, normal e habitual.
Relembro que a escravatura não nasceu em Portugal.
Naquele tempo em variadíssimos locais do mundo "o negro" não só africano, era usado muitas vezes como moeda de troca.
Graças a Deus, a escravatura foi abolida e hoje temos um mundo mais perto da perfeição, ainda que nada, nem nunca seja perfeito.

Rony Moreira disse...

João, se formos por esta linha ficamos sem fazer nada e sem admirar grande maioria das obras mundiais. A escravatura existia (ou existe), mas é a natureza humana também ela perversa. Por exemplo o primeiro tratado europeu (no sentido da construção da Europa foi assinado em Roma) e se gauleses (franceses) se opusesse por tudo aquilo que os Romanos os fizeram talvez nunca terias a Europa que temos.

Tina disse...

O que me preocupa é o comentário revelar bem a iliteracia que grassa nesta terra. Os portugueses continuam a pensar do mesmo modo que há séculos, não sabendo nada mais da História senão aquilo que lhes impingiram até ao ensino secundário. Lêem pouco e por isso pouco sabem das realidades deste mundo. Os próprios apresentadores da TV referiam-se ao concurso citando "As 7 Maravilhas Portuguesas no Mundo"...
Tenho um colega, que eu considerava um homem culto, que uma vez me disse que a solução para a fome que grassa na Etiópia e outros países africanos é a esterilização... E esta, hein? Eu respondi-lhe: já inventaste outra solução final!

Anónimo disse...

Desculpem-me mas esta polémica não tem sentido nenhum, de facto a Cidade Velha foi um importante entreposto comercial de escravos, e portanto um entreposto de seres humanos. O Circo de Roma não foi um importante lugar de entretenimento? As coisas foram o que foram.
Franco S.

João Branco disse...

Morenita, não penso que seja essa a questão;

Rony e Franco, há formas e formas de se falar e revisitar historicamente certos lugares. Digo eu.

Tina, é isso mesmo que penso.

zito azevedo disse...

Talvez não seja despiciendo recordar aqui algumas datas ligadas
à abolição da escravatura:
-Brasil - 1888
-Espanha - 1886
-USA - 1863
-França - 1848
-R.Unido - 1833
-Chile - 1823
-Portugal - 1761
Claro que estamos falando da escravidão quinhentista e não da
actual, que todo o mundo conhece
mas de que pouco se fala.
Zito Azevedo

Tina disse...

É verdade, Portugal declarou-se pioneiro na abolição da escravatura. Mas, nas colónias portuguesas, só se verificou em 1869...