A Primeira Vez

3 Comments


"Essa noite, que teve tanto de inesperada quanto de inesquecível, tinha sido tudo menos planeada. Foi um doce que caiu do céu, como se costuma dizer, era ver-lhe o sorriso estampado no rosto, meio aparvalhado, algo se havia modificado no mais íntimo da sua individualidade, agora sabia ser verdade quando ouvia dizer que depois de se fazer amor pela primeira vez, ficamos diferentes sem que tenhamos que dizer que algo mudou no nosso aspecto exterior, é um brilho nos olhos, uma confiança na forma de caminhar, uma relação diferente com a própria vida, enfim, a uma porta descomunal escancarada dessa forma ninguém consegue ficar indiferente, há todo um campo novo e vasto que se abre em frente dos nossos olhos, fascinante para uns, perturbante para outros, um mundo por uns maldito, por outros bendito. Nele foi como uma luz que se acendeu, essa mesma luz que lhe permitia olhar para o rosto tranquilo da mulher que dormia imperturbável a seu lado, que exagerado que eu fui, até que é bem bonita, tem um corpo que não é nada de se deitar fora, maneira um pouco grosseira de colocar a questão, admita-se, corpos não são propriamente objectos descartáveis que se deitam fora definitivamente ou para reciclagem quando o padrão foge do minimamente aceitável, mas só conseguia era olhar para ela e sorrir para si próprio, já está, pensava triunfante, não no mesmo sentido de quem ganha a lotaria, mas de quem conseguiu realizar uma das viagens dos seus sonhos mais secretos, assim pensava e observava, em paz consigo e com o mundo. Como se disse, praticamente não falaram um com o outro durante todo esse período, e ele estava agora olhando para ela, a cabeça segura pelo braço, a outra mão mexendo muito ao de leve nos cabelos da sua amante, sem poder precisar quanto tempo se manteve naquela postura, não sentia os minutos a passar, sentia só uma enorme gratidão por ela, eram verdadeiros e sentidos os carinhos que lhe ofertava, e foi então que ela, quase sem se mexer, abriu os olhos e olhou para ele que já os tinha à muito pousado nos dela. Estás bem, perguntou ela. Muito bem. A sério. A sério, e tu. Muito sabe, disse sorrindo. Naquele preciso instante ele teve a certeza que tinha feito amor pela primeira vez com a mulher mais bonita do universo."





You may also like

3 comentários:

Anónimo disse...

Excelente!

É exactamente assim, mesmo quando se faz amor pela primeira vez com a mulher mais feia do Mundo, porque quem o feio ama bonito lhe parece.

a) RB

João Branco disse...

Olha que este comentário, escrito por alguém que gosta e conhece tanta poesia, é um grande elogio para mim!

Ângela Jorge disse...

O Amor quando é feito com alguém de quem se é sempre Maravilhoso!!!!