SMS Cafeano

8 Comments


"José Maria tem ke abri oie 
e espiá kze kontese ke sê amigo Sócrates!"

Cidadão anónimo em conversa de rua





You may also like

8 comentários:

Adriano Reis disse...

Jon, é d´vera, iss tá resolve com mas magalhães.

argumentonio disse...

a continuar assim ainda se consegue livrar do martírio do governo e sair de lá nas legislativas para gestor de banco ou grupo económico para enfim mandar alguma coisa e passar a ganhar um ordenado de jeito!

os papalvos abrem-lhe o caminho, nem dão conta que estão a cair na esparrela...!!

e contas feitas teve menos um eurodeputado que o partido mais votado, é um cartão muito pouco amarelo para quem mexeu nos interesses instalados e anda há 4 anos a governar sob oposição destrutiva, acérrimas manifestações
corporativas e cega militância de sindicatos partidarizados

para quem quiser reparar, a esquerda continua a eleger mais representantes do que a direita em Portugal, o que pode vir a ser decisivo quando for a hora de formar governo

embora o BE continue a crescer de forma tão impressionante que um dia ainda acabará por atingir o objectivo de colocar a direita no poder

então o champanhe vai correr nas vielas aparatchiques do Bairro Alto!!!

;->>>

Anónimo disse...

Mania de importar os acontecimentos portugueses... toda a Europa registou a subida da direita.

Anónimo disse...

Esse comentário só faria sentido se Cabo Verde tivesse sido chamado a eleições para o Parlamento Europeu, o que nem uma certa Europa deseja, nem um certo pan-africanismo caboverdiano pretende.

Em qualquer caso convém não esquecer que o PS se viu confrontado com uma forte votação à sua esquerda (na CDU-PCP e, sobretudo, no Bloco de Esquerda), mas também à sua direita (no PSD e no CDS).

O que não sucede em Cabo Verde, em que o bi-partidarismo se parece ter definitivamente instalado.

Sistema que, reduzindo o leque de opções à esquerda e à direita, cria inevitavelmente um certo conúbio entre os detentores rotativos do poder.

"Centrão" que, por isso mesmo, potencia um conformismo que impede (ou que, pelo menos, é susceptível de travar) o pleno desenvolvimento da democracia participativa, nomeadamente aos níveis económico e social.

a) RB

Tina disse...

Infelizmente, nunca aprendem com os próprios erros, quanto mais com os erros alheios!
O que querem é chegar ao poder, não importa quais as promessas que tenham de fazer para convencer inocentes...

João Branco disse...

A mensagem tem outro sentido, Rb. O sentido de não se ser autista, de ouvir o povo, ouvir as vozes discordantes, ouvir a sociedade, dar respostas concretas, não ser o único a ter razão. O Governo de CV está a sofrer o que designo de "Síndroma do Segundo Mandato" e basta lembrar como o MpD perdeu o poder, para se entender este termo...

Lily disse...

Sócrates ontem estava de voz rouca por ter feito ouvidos de mercador durante tanto tempo...
Não deve menosprezar nem mandar calar a voz do povo...
De qualquer modo, é preocupante quando se ouve dizer que foram "decepcionantes" os resultados das eleições europeias, mas que o Governo vai manter a sua linha de rumo...
Penso que a análise das eleições deveria ser feita pelos governates de outros países, europeus, ou não. Há sempre ilações que se podem e devem tirar. E essas "conversas de ruas" por vezes são muito importantes...


http://www.elections2009-results.eu/pt/portugal_pt.html

Teixeira disse...

PSD! PSD! PSD! O meu lindo Portugal está novamente mais laranja. É uma cor alegre e que tem muita vitamina C.
Quando ninguém esperava nenhuma vitória do PPD-PSD com Manuela Ferreira Leite como líder, engole agora sapos.
Os portugueses são na sua maioria um pouco lentos de pensamento, mas acabam por perceber que LARANJA é a solução!