Café Sonoro

7 Comments




Não sei como é, mas pelo historial do grupo, a qualidade está garantida. Agora, uma coisa é certa: a capa deste novo trabalho discográfico do grupo Cordas do Sol, da ilha de Santo Antão, é de um bom gosto sem mácula. Deu vontade de escutar. 






You may also like

7 comentários:

Pss disse...

É verdade a capa é excelente ! Bem conseguido !

julio disse...

excelente capa mas o conteúdo é ainda melhor. Popey

Margarida Conde disse...

Já tenho o album João é simplesmente divinal, não consigo parar de ouvir no carro. Dou por mim, com o meu crioulo de mandjaka (nao sei se é assim que se escreve) a cantar de vidros abertos lolol

Benvindo Neves disse...

... e es dá bom concerto na Praia: es foi pontual, sala cheia, ambiente divertidíssimo. Até fala-se agora na possibilidade de es torná bem já já.

Um publicá um post sobre kel espectáculo licin: http://sinta10.blogspot.com/2010_01_26_archive.html#7153298987918930502

Pss disse...

"crioulo de mandjaka" é ? Isso é o quê ? Reprodução e amplificação preconceitos ? Porque não criol de Chinês ?

Benvindo Neves disse...

Para quem quiser conhecer um pouco mais o novo CD do Cordas do Sol, pode acompanhar a conversa com o Arlindo Évora no link a seguir:

http://www.rtc.cv/rcvmais/index.php?paginas=9&id_cod=15

Paulino Dias disse...

João,

O concerto do Cordas do Sol na Praia para apresentação deste CD foi, quanto a mim, um dos melhores já organizados no Auditorio Nacional. Pelo conteúdo, pela forma magistral como o Arlindo conduziu o espectáculo, mas sobretudo pela PONTUALIDADE, que para mim é sinal de respeito para com o público. Só por isso, já merecem palmas palmas palmas palmas.
Vale a pena comprar o CD, JB. Conseguiram superar-se e libertar-se da ilha sem sair da ilha que os caracterizam...

Abraço,
Paulino