Perguntas Cafeanas

14 Comments



A falta de pontualidade do crioulo tem alguma razão antropológica mais profunda ou é apenas uma questão de (falta) de respeito pelo próximo?


À melhor resposta, ofereço um café





You may also like

14 comentários:

malaguitinha disse...

É pura falta de respeito. Eu sou criol de gema, e nem por isso tenho o hábito de chegar atrasado a tudo! Pelo contrário, por ser como sou, tento ser pontual, levo umas secas que dar pena, chego sempre antes de tudo e de todo. Por outro lado, penso que também as pessoas têm de ser mais rigorosas nesse aspecto, pois o exemplo constrói-se e transmite-se.Conhecço muita boa gente que é pontual e nunca deixam de fazer ou por fazer qualquer coisa que seja. A pontualidade traz produtividade, traz crescimento, por isso deviamos reflectir e cultivar mais esse hábito

Sarabudja disse...

Não tenho resposta mas também me enerva profundamente. Não só a falta de pontualidade como as "ausências não declaradas" a eventos programados com antecedência. Grrrrr... paxenxa mundo

Deina disse...

Hoje estás, ui ui! Respondeste a esta pergunta na tua crónica desaforada, está tudo relacionado.
Nem vou tentar responder.

Valdevino Bronze disse...

É uma pergunta difícil, esta. De qualquer forma, se não fosse bater na mesma tecla, falaria agora da falta de políticas educativas adequadas que levassem à um aumento do civismo e à consequente diminuição da "ingenuidade" das pessoas com relação ao que ofende ou não o próximo. Sim, acho que nessa questão há muita gente que acha que chegar atrasado uns minutos ou umas horinhas (sem avisar com antecedência) é a coisa mais natural do mundo.
Eu não digo que não me atraso e nem concordo com quem o diga. Mas não o faço deliberadamente. Sempre que isso me acontece há sempre um "motivo real" e isso é transmitido COM ANTECEDÊNCIA aos colegas.
Abraço
Val

JB disse...

Para mim é clarinho: falta de respeito. Mais ainda combinar um encontro, não aparecer e nem sequer avisar. Num dia seguinte, encontra-se com a pessoa, e lá está ela, tranquila da vida, como se NADA tivesse acontecido. Na maior descontra. Enfim!

Vera disse...

Olá João

É pura falta de respeito. E não perdoo quem sempre dá aquela desculpa" Sabes como é horário de criol, não é?"

Seja benvindo. Tentei enviar-te comentários aos outros post, mas não consegui
Abraço

Kuskas

JB disse...

Bem vinda, Vera. Fazias falta por aqui!

Paulino Dias disse...

Alo JB, qui tal?
Olha, vamos lançar uma campanha pro-pontualidade? Tipo: "Eu sou pontual. E tu?"

Sugestoes de regras a serem rigosamente seguidas pelos aderentes: i) abandonar SEMPRE o local do show 5mn depois da hora em que deveria começar e processar os organizadores so de birra para recuperar o dinheiro do bilhete (em tempos abandonei ostensivamente o show do Princesito na AN depois de 1h de atraso...rs); ii) Cancelar propositadamente aquela reuniao em que a pessoa chega 10mn atrasados e nem se digna telefonar para avisar e remarcar para dia seguinte as 08h00 em ponto. Se atrasar de novo, remarca outra vez, e assim por diante, ate ele perceber; iii) abandonar em peso os actos publicos depois de 10mn de atraso, dando sempre aquela arrastadinha na cadeira e olhando ostensivamente para o relogio, para todos perceberem que estas abandonando o lugar devido ao atraso; iv) trancar a porta das salas de aula/seminarios/foruns e quejandos, 5mnts depois da data indicada para começar, e nao abrir nem pro Papa quanto mais pro JMN; v) desclassificar automaticamente o candidato a emprego que chega atrasado no dia de prova/entrevista e informa-lo porque; vi) facturar as empresas de transporte e outras, pelo tempo de atraso (basta calcular o teu salario/rendimento por minuto e multiplicar pelo tempo de atraso) - processar tambem so de birra para cobrar a factura....rs.

Mais sugestoes?

O que nos falta, Joao, eh vergonha na cara, falta de assumpçao do tempo como um recurso escasso, e... colhoes para penalizar os que nao sao pontuais!

O nosso maior desafio como PDM, acredite, eh mudarmos a nossa atitude em relaçao ao tempo...

Um abraço,
PD

JB disse...

Grande Paulino! Este teu comentário vai merecer um post próprio. Posso? Aquele abraço e volta sempre.

Sisi disse...

Estou com todos! É pura falta de repeito para com o tempo e disponibilidade dos outros. E pior que é um ciclo vicioso, pois os próprios "pontuais" passam a cobrir a margem de atrado dos outros, acabando todos por chegarem atrasados.

zito azevedo disse...

Esta é uma questão civilizacional que percorre transversalmente as sociedades meridionais europeias e, por razões óbvias, povos africanos por elas colonizados.
Sería, aliás, interessante, saber qual o panorama nas ex-colónias britânicas e se o fenómeno se detecta em lugares como Angola, Goa, Timor e, sobretudo, a que níveis de instrução e ambiência social este desprezo pelo tempo alheio mais se faz notar.
Sem negar, liminarmente, antecedentes antropológicos, aposto mais em presente envenenado!
Zito Azevedo

Tiago disse...

Pura falta de respeito! Agora o que me tira mais do sério é que se não entrares na onda perdes uma série de tempo para nada... Faz-se o quê? Chateamo-nos com metade do país ou adoptamos todos a famosa hora do crioulo?

JB disse...

Sisi, o importante seria acertarmos todos os relógios para a mesma hora!

Ziito, adorei a observação do presente envenenado!

Tiago, essa hora de crioulo, não muda apenas no Verão ou no Inverno. É conforme a disposição de cada qual. Assim não há quem resista!

velu disse...

PURA FALTA DE RESPEITO PELO PRÓXIMO. É SÓ COMEÇARMOS TODOS A ADOPTAR AS DICAS DO PAULINO, E VAIS VER QUE A MALTA COMEÇA A ENTRAR NOS EIXOS (PELO MENOS OS QUE COMEÇAREM A FICAR LESADOS), PORQUE COM DINHEIRO NINGUÉM TEM FALTA DE RESPEITO.