Assombros

4 Comments


          Às vezes, pequenos grandes terremotos
          ocorrem do lado esquerdo do meu peito.

          Fora, não se dão conta os desatentos.

          Entre a aorta e a omoplata rolam
          alquebrados sentimentos.

          Entre as vértebras e as costelas
          há vários esmagamentos.

          Os mais íntimos
          já me viram remexendo escombros.
          Em mim há algo imóvel e soterrado
          em permanente assombro.

          Affonso Romano de Sant'Anna in "Lado Esquerdo do Meu Peito"


Imagem: a actriz Darren Keith





You may also like

4 comentários:

zito azevedo disse...

Há muito que não tinha notícias deste jóvem setentão, mestre da alegoria poética...Ninguém se lembraria de chamar "pequenos grandes terramotos" à palpitações
invisíveis do exterior...Mágico!
Zito Azevedo

JB disse...

Grande, grande poeta!

Maria Nunes disse...

que belo... :-)

Felina disse...

O terramoto treme... mexe... agita... sente se.. e nada melhor do que sentir...