Um Café com Perdão

8 Comments




Soube esta através do blogue Jumento e ainda não me parei de rir.

«O Vaticano perdoou finalmente os Beatles pela célebre frase de 1966, em que diziam que eram maiores que Jesus Cristo. Segundo a NME, um artigo oficial do jornal do Vaticano «L'Osservatore Romano», aclamou o grupo dizendo que devido à beleza das suas canções o comentário tornou-se insignificante.» [Fonte: Portugal Diário]

Vá lá: eu que me obrigava a rezar alguns pais-nossos antes de ouvir qualquer tema dos Beatles e que considero o álbum «Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band» o melhor da história da música, tendo por isso pensado ter lugar reservado na Quinta dos Condenados, posso afinal de contas respirar de alívio. Certo, certo é este ministério do Papa alemão se estar a transformar numa autêntica anedota. Cá ficamos, aguardando pelo próximo disparate.




You may also like

8 comentários:

GJ disse...

Quando se arruma a casa com tanta urgência, ou é porque está a chegar uma visita ou porque está a chegar a nossa hora.:-)

Sarabudja disse...

João tinhas tu a esperança de ir para o Inferno e agora vêm estes senhores desanimar-te? Mesmo tinhosos.
O Paraíso deve ser uma seca ou um sitio muito perigoso, tendo em conta as noticias de que os "comerciais de time sharing" do paraíso não se têm portado com dignidade.

Nox Lilin disse...

O Vaticano só perdoou Galileu de ter apoiado Copérnico e dito que a Terra não era o centro do Universo, 350 ANOS DEPOIS.
Qual é o problema do Papa ter perdoado os Beatles 43 anos depois!
Eles deviam era agradecer (se dessem a miníma importância ao perdão papal, obviamente)!

Anónimo disse...

Já que falas tanto do Papa Bento XVI, Sua Santidade faz hoje 83 anos. E os votos do seu próprio irmão não podiam ser mais apropriados.
"May the Lord give you spiritual and intellectual inspiration, and also physical strenght, to thus be able to take the right decisions and to find the propoer words, and to remain brave and steady on the waves which, according to a secret Divine will, surround the Church, and you with her".
Paulo

Pss disse...

Esse mundo hoje está de facto de cabeça para baixo. Agora post sim post não é o Dono do Café a bater na Igreja. Ora diz que o que diz o papa é vómito. Ora é disparete. Vá lá pelo menos hoje o post não está tão violento contra a igreja como aquela de há dias ...

JB disse...

Pois é, caro Pss. Também não é todos os dias que se houve o número 2 da Igreja relacionar a pedofilia dos padres com a homosexualidade. Coisa de menos, eu sei. Pormenores, está certo. Eu é que sou o radical. Mas tenho dias.

David disse...

Bem,o Vaticano não disse nada sobre os Beatles, quem disse foi o jornal "oficial" do Vaticano em nome próprio e não do Papa ou do Vaticano.

Rosi disse...

Ainda bem que existem pessoas que estão de olhos nas barbaridades que se diz, ou se calhar deveríamos era engolir tudo que os da igreja dizem sem protestar. Era o k mais faltava. E se dia sim dia não a igreja diz um disparate, nada mais justo de que comentar esses disparates, não acham?