Exílio

3 Comments



Quando a pátria que temos não a temos
Perdida por silêncio e por renúncia
Até a voz do mar se torna exílio
E a luz que nos rodeia é como grades

Sophia de Mello Breyner Andresen

Fotografia de Leszek Bujnowski



You may also like

3 comentários:

Verbo ad Verbum disse...

Tenho acompanhado o seu blog com uma certa regularidade. Aprecio bastante a forma como aborda os vários temas.
Visite o nosso blog para um momento de pausa e poesia.

zito azevedo disse...

Raramente a beleza das palavras consegue disfarçar o seu penoso conteúdo!

JB disse...

Obrigado, Verbo. Passarei por lá, sim!

Sem dúvida, Zito!