Café Cardiográfico

7 Comments



A minha filha Inês, que vai fazer cinco anos daqui a dois meses, mandou-me este desenho. Um coração, explicou-me ela. Olhei com atenção e pensei que coração de gente deve ser exactamente assim. Que aquele pedaço de papel representa, de facto, a metáfora perfeita do que é um coração humano: vermelho, caótico, desarrumado, com provas de feridas mais ou menos saradas e sinais estranhos que ainda não conseguimos descortinar. Um coração com vida. Um coração que ama. Olho para este desenho e penso que a Inês tem toda a razão. Foi a mais perfeita representação gráfica de um coração humano que eu já vi na vida.




You may also like

7 comentários:

Pedro Branco disse...

Perfeito. O desenho e o teu comentário!

Abraço-te.

Anónimo disse...

k fofa a tua filhota...bjoss titass..

daka disse...

Boas João,

Depois de uma longa ausência deste espaço dos comentário (por várias razões), o desenho está perfeito! Cada vez mais convenço que qd crescemos deixamos de ver o mundo de forma clara como às crianças o vêem


Abraço

Sisi disse...

A visão que as crianças têm das coisas e dos sentimentos é uma coisa espantosa, incrível mesmo. Temos muito que aprender com elas.

Anónimo disse...

Fizeste-me lembra o livro "o principezinho".
Como nós adultos gostamos de interpetrar de forma imediata as coisas. Ela ( a autora de tão lindo coração) terá uma interpretação mais simplista do desenho.
Tipo: pai eu te amo.
Pai olha o coração que dedico a ti...
D.Gonçalves

Anónimo disse...

True :)
Criola d Dja d´Sal

Anónimo disse...

João,
Como pessoa sensível que sou, tive vontade de chorar da leitura que fizeste do desenho da tua filha Inês. Simplesmente brilhante!