Cafeína

6 Comments


«No dia em que houver uma política cultural realmente digna e levada a fundo, isto é, uma política em que todas as manifestações da cultura, das mais antigas às mais recentes, forem actualizadas e postas realmente ao serviço do progresso e do enriquecimento do nosso espírito, acabar-se-ão as incompreensões e a ideia de "acaso", de extravagantes e quase palhaços que se fomenta no povo sobre o artista novo. Compreender-se-á a importância do seu papel na sociedade

Antoni Tàpies, in «A Prática da Arte» (citação de 1969)

Imagem: fotografia de João Barbosa\coreografia de Carmen Luz, Mindelact 2007




You may also like

6 comentários:

Alex disse...

Pois é, "No dia em que..."

Dizem que vêm aí umas Bolsas de Criação, para a música (justíssimo! é a minha fraqueza, o que é que queres). Vamos ver como é que vão ser geridas (critérios, e práticas), e com que resultados (responsabilização). É que não há almoços grátis, lá dizia o outro!

ZC

Unknown disse...

Tenta arranjar aí o último Expresso das Ilhas (consegue-se aí em Portugal?) Ou entao quando - e se - estiver on line, e lê a entrevista do nosso director de Promoção Cultural. Vais perceber porque quem esperar, vai ter um Godot com que se entreter.

E depois acabei de ler que a bolsa pode ser atribuída nas áreas da literatura, da música, das artes plásticas, das artes cénicas e do espectáculo e em outros domínio de criação cultural fixados pelo Ministério da Cultura. No entanto, Manuel Veiga lembra que este ano só pode ser entregues trabalhos na área da música, visto que se enquadra, nas comemorações do Dia Nacional da Cultura que é assinalado sob o signo da música. "Se alguém concorrer numa outra área os trabalhos serão devolvidos" alertou.

Porque raio? O que é que uma coisa tem a ver com a outra? Foste tu que andaste a meter alguma cunha - fazendo juz ao nome - no nosso MC?

Alex disse...

Já te disse que a música é a minha fraqueza. Ela e eles merecem tudo. O resto (desculpa lá a desconsideração) logo se vê!
Lembras-te: ELES COMEM TUDO, ELES COMEM TUDO, ELES COMEM TUDO E NÃO DEIXAM NADA...
ah,ah,ah,ah,ah

Já vi que vão ser 'cães' a um osso, meu!
Vou ver se encontro a entrevista. Pelo aviso já estou com dedos a salivar.
Ab
ZC

Unknown disse...

Outra leitura obrigatória (e recente): a crónica do Cesar Schofield intitulada «À Espera de God», no ultimo jornal A Semana. Simplesmente fenomenal. Se não tiveres hipotese, mando.te por mail, depois de pedir o texto ao autor. Ah, e ele disse-me que a pergunta cafeana «Estamos à espera do quê» foi motivação para o arranque de tão inspirado texto. Uma maravilha!

Alex disse...

É a rede a funcionar. Boa! Que haja mais contágios.
Manda lá o tetxto sff.

Força César. E NÃO TE ESQUEÇAS DA GALERIA!!!

Ab ZC

Unknown disse...

Combinado!