Café sem Açucar

7 Comments





Recebi este comentário a propósito dos nossos estudantes universitários (e do ensino técnico) na diáspora:

«A situação dos bolseiros é preocupante sim, não só os bolseiros mas de todos os estudantes que estão fora do país. Sabes o que é mais preocupante do que isso? É ter testemunhos de muitos estudantes que estão doentes de alma. Muitos deles, por mil e um motivos, estão depressivos, solitários, angustiados e sem esperança. A depressão vem sendo uma realidade cruel na vida de muitos dos nossos estudantes por esse mundo fora.

Que fazer, que dizer perante isso: “…mi é um lixo, n ka ta sirvi pa nada, n kre morri…vida ka tem graça…n ka sta ta bem konsigi fazi isso… n teni fomi” – quem consegue ter sucesso escolar com esse pensamento. Quero que escreva sobre isso. Quero que alertas o nosso povo que alguns dos seus estudantes estão depressivos e que assim eles não vão ter sucesso escolar e até podemos perder alguns para a droga ou para a morte.

Investiga e vais ver que isso é uma realidade.

Alerta vermelho,
Já tenho medo de ouvir “n tenta mata nha cabeça”»

Merece reflexão, não acham?




You may also like

7 comentários:

Anónimo disse...

Já lá andei...hoje luto diariamente para que nunca mais lá voltar. Abraço para todos os que ainda estão no vácuo sem saber como recuperar a alma. Vocês não estão sós, não cedam à "Voz"! A mente tem Poder, a chave da cela está connosco! Abraço forte, estamos juntos!

Ás de Espadas

Mestrando disse...

E PAZ A ALMA DO JOVEM QUE EM UM MOMENTO DE DESESPERO ,SUICIDOU-SE EM LISBOA NO DIA 17.E Q PELOS TESTEMUNHOS,DIZIA SP ESSA FRASE.................

Anónimo disse...

vivi na pele... anos de angustia perdidos ao tempo, silencio e vergonha, sem dar um passo, quer para frente ou para tras. esperanca: zero. vontade de viver: zero. tive sorte e superei...

Anónimo disse...

Muitos não conseguiram... deixaram aquilo que prometia ser um belo percurso para manter a sanidade e conservar a vida.E Hoje?... São cruxificados por preferir labutar sem "canudo", por honrar a profissão sem diploma mesmo que continuem a instruir-se diariamente!Fica o conselho de quem passou por uma universidade e desistiu do seu percurso, cansou-se de egos inflamados e dogmas de professores doutores...Estudem com fome,sede ou a beira de um ataque de nervos, engulam sapos de todas as especies mas na voltem sem diploma ou sapos bem mais gordos e asquerosos vão estar à vossa espera em Cabo verde!

Silva disse...

JB, agedeço está atenção.
um abraço.

Anónimo disse...

Eu estive 3 anos numa depressão. Foram anos de verdadeiro inferno.
Estava sempre triste, sem vontade para fazer as coisas, sem perspectivas e sem ambição. A minha auto-estima estava abaixo de cão sarnento, a minha vontade de viver era zero, estava no fundo do posso. Eu não estudava, não saia do meu quanto escuro, não comia, e não falava com ninguém. Eu queria morrer, desaparecer para sempre. Não tinha um pensamento bom e bonito, e a vida não tinha beleza e graça nem uma.
Graça a Deus e aos meus amigos hoje eu estou bem melhor. Eles foram a minha bóia de salvação, o meu colete salva vida. Porque se dependesse só da minha vontade de certeza as coisas seriam bem piores.
Nunca deixei a minha família em CV saber que estava a passar por isso. Não os queria preocupar.
Hoje quando acordo, entre viver e não viver, tento escolher sempre viver.
Porquê que isso me aconteceu? Sinceramente eu não sei, talvez por estar sempre a perder nas batalhas da vida. Meu médico disse-me que todas as pessoas no mundo um dia passam por um período depressivo. Se é verdade ou não, eu não sei, só sei que eu era uma pessoa alegre, feliz e cheio de vida.
Hoje, ainda estou a recompor-me. Quanto ao meu curso, tive que voltar a estaca zero.

Amilcar Aristides - TIDI disse...

Gostei desse alerta João. Precisamos falar sobre a prevenção do suicidio e desses estados de alma que levam à loucura. De facto já tinha vericado que n se fala disso em Cabo Verde e quando acontecem é sempre uma fatalidade, fica-se chocado e depois passa. É imporante que as pessoas conversem sobre a saude mental e as pessoas possam ser ajudadas antes que aconteça o pior. abs.