Tertúlia dos Mentirosos 116

29 Comments




Gatos e mulheres são iguais, a gente é que nunca percebeu!

Os gatos só recebem carinho quando querem...
As mulheres também

Os gatos só te fazem carinhos quando querem alguma coisa...
As mulheres também

Os gatos não ficam felizes quando chegas do trabalho, a menos que tenhas algum presente para lhe dar...
As mulheres também

Os gatos ficam mal-humurados sem nenhuma razão...
As mulheres também

Os gatos são egoístas e não te deixam aproximar de qualquer outro animal...
As mulheres também

Os gatos estão sempre reclamando e rorosnando...
As mulheres também

Logo, um gato não é um animal de estimação. Os animais de estimação servem para dar prazer aos seus donos.
A mulher também não é nenhum animal de estimação. E é bom que os homens se lembrem disso, não acham?


Comentário Cafeano: finalmente percebi porque gatos e mulheres me fascinam (quase) da mesma forma. Ah felinos!






You may also like

29 comentários:

Cristina disse...

Estava pronta para reclamar do texto até ler a última comparação.... hehehehhe, ainda assim não concordo com a totalidade do texto.

Anónimo disse...

este seu silogismo é muito misógino; só passa numa terra de machistas e onde não há respeito pela mulher; se fosse num país desenvolvido ocidental, comparar a mulher a um animal, dava até processos em tribunal. Este post é a prova dos 9 de que Soncente é povoado por mentecaptos, ignorante e analfabetos.

Anónimo disse...

Eu, mulher, reconheci-me totalmente neste post! Ah, como é bom sermos donas do nosso nariz!

JB disse...

Anónima terceira, és capaz de explicar a essa(e) anónima segunda o que é sentido de humor?

Meu deus!

Nuno Andrade Ferreira disse...

Para mim, o facto da anónima segunda ter escrito o que escreveu sob anonimato diz muito mais sobre ela do que sobre ti.

Lily disse...

Bem, no meu caso, discordo em absoluto da segunda e terceira comparação, se bem que não é descontextualizado do perfil de alguns elementos do sexo feminino... mas que não são verdadeiramente mulheres.
No entanto, a última comparação e o comentário cafeano superam qualquer comparação menos bem conseguida!!! ;)

Anónimo disse...

Humor,uma ova! Isto faz-me lembrar, até porque ha uma certa similaridade, no racista que depois de dizer a frase "ri-me que nem um preto", depois diz ao amigo preto:"nao tem nada a ver contigo; é humor". Ou entao:"eu até tenho um amigo preto". Aqui nao ha que clamar por deus devido à ignorância. Ha provas em Noruega, Suécia, França e ALemanha, que conheço da mesma frase contra a mulher, que deu até tribunal, porque foi vista por Associaçoes feministas, como sendo misôgina e mesmo racista anti-mulher. Eu nao inventei nada. Somente, depois sao niveis culturais diferentes entre paises do Norte e paises do SUL. Esta frase, passa em paises do sul como Portugal, onde este tipo de humor é tipico, mas nao passa em paises nordicos altAmente desenvolvidos e onde a mulher é respeitada. A frase é racista, infame e misôgina, em paises civilizados. Cabo Verde nao é uma terra civilizada. Neste momento oiço na Radio o sociologo Alfredo Pereira a dissertar sobre a mentalidade atrasada e coitada do caboverdiano, que é cultural. Cabo verdiano contenta-se com pouco, porque tem mentalidade de pobre; eu eu acrescentaria, de escravo e machista. E diz ele ainda: é preciso tirar este mito da cabeça de que o caboverdiano é inteligente. Estou perfeitamente de acordo com o sociologo. Mas quem é o homem que nunca ouvi? Ele é extraordinario. Caboverdiano é so bazofaria e aprendemos com os portugueses, povo mais atrasado da Europa, ja que é ali onde se ouvem discursos racistas do género":ri-me que nem um preto". Esta frase, nao existe por exemplo em francês, inglês, espanhol ou alemao.

Fernando Mota disse...

brrnhau

Fernando Mota disse...

Brrnhau

JB disse...

Cada cabeça a sua sentença. Eu não perco o meu sentido de humor por nada deste mundo. Não há argumentos a discutir nesta questão. Se alguma mulher se sentiu ofendida, não foi essa a intenção.

Haja luz, paz e amor entre os homens e mulheres!

elis disse...

Então eu, como mulher e gata adorei o post... E confesso mais, que meu "dono" não entro em casa hoje sem um presente.. Agora estou aqui ronronando pra ele...

Beijinhos..

Anónimo disse...

João
Ao postar isto já sabias que ias ter ataques felinos.
Defende-te dos arranhões...
Dulcineia

Anónimo disse...

Exactamente, contra factos juridicos (consulte a net, informe-se) nao ha argumentos.

Cristina disse...

Meu Deus! Nunca pensei que uma gracinha destas despertasse tanta indignação.
Confesso que ri-me bastante ao ler, deve ser só para quem tem sentido de humor. Mania de levar tudo a mal!

mercedes disse...

por favor!!! já na antiguidade e no psicanálise a mulhe é confrontada com este animal... e até em muitas culturas ... nao tem a ver com Cabo Verde, com ignorância... é só um simil do mito e do símbolo....

JB disse...

Vou procurar mais anedotas sobre gatos e mulheres. Sempre anima o lugar!

Anónimo disse...

Também é dos classicos os racistas defenderem-se sempre com anedotas e risos depois de serem apanhados com os seus actos baixos. Quando nao se tem argumentos e conhecimentos, a defesa é sempre para a brincadeira. Isto tudo é dos livros; mas em CV nao ha livros e quando os ha, sao as anedotas de Germano e outros levianos. Livros a sério, nao se lêem nesta terra; herança de Portugal, onde também nao se lê, mas se contam muitas anedotas de pretos e de gajas, que sao sempre espancadas depois de um Benfica 0 Real de Madrid 10. Mas, sao anedotas..

JB disse...

Não se pode gostar de ler e ao mesmo tempo ter sentido de humor?

Anónimo disse...

Claro, as duas coisas nao se anulam; mas um bom leitor lê boas leituras e tem anedotas mais inteligentes; um leitor responsavel e moderno que respeita a mulher, sabe que ha leis, logo nao se aventura com essas brincadeiras em publico; repara que sublinho em publico; é o que se chama ser responsavel; em privado, todos temos as nossas fraquezas e quem nao brinca? Mas em privado; um homem publico pesa as suas palavras em publico e tem de ser inteligente o suficiente para saber que o que ele diz pode ser mal interpretado, às vezes até por ma fé; mas o que està escrito està escrito e fica condenado a todo o tipo de interpretaçao, mesmo as perversas.

Anónimo disse...

fogooo joao!! o qu'afronta!! ahahahhahaha...bjoss titass

Gigi disse...

Anonimo, anonimo....aparece!!!!Porque esconder? Sou mulher amo a minha gata, ela e linda, ciumenta, rosna muitissimo, somos igualzinhas!

Anónimo disse...

Oh Gigi, tens a ceerteza que és mulher? Ou uma gata? E bruxa nao? Ja agora porque é que o dono disto nao resolveu chamar à mulher bruxa? Certamente conhecerà, ele que sabe tanto de cultura geral, a mitologia à volta da mulher-bruxa, ou é dos 7 gatos? Ele saberà a teoria de Jean Bodin e das bruxas que eram queimadas em lareiras. Oh mulher, estamos a brincar com coisas sérias. Sabe, a ignorância é assim: faz-nos dizer asneiras e assumirmos asneiras. E' por isso que em vez de você ir ler outra vez todos os adjectivos do texto vem outra vez com palhaçadas. O Branco chamou a mulher ANIMAL. Escolheu um gatio mas poderia ter esoclhido CABRA. Conhece os mitos da mulher-cabra? Você nao respeita a sua condiçao de mulher; você tem de estudar mais. Porque nao mulher-diabo, que faz pactos com o diabo? Ah! meu deus! Tanta ignorância!!

JB disse...

(longo suspiro...)

Gata orgulhosa disse...

MIAAAUUUUUU! Ron, ron, ron... :)

Anónimo disse...

Ja ficaram reduzidos a suspiros e miaus! E' o que sabem!
Oh Gata, estou-me nas tintas para a tua condiçao de animal se assim te sentes bem; bom proveito! Eu também gosto de gatas!

Anónimo disse...

...eu cá gosto mais de cadelas, mas pronto...

Jeff

Adriano Araújo disse...

Oi João Branco.

Sou de Salvador, Bahia, Brasil. Um grande amigo me indicou seu blogger - estamos planejando uma viagem à Cabo Verde, há tempos, e, esperamos realizá-la ainda este ano - e gostei muito do conteúdo. Ganhastes mais um leitor. Bom, ainda não tinha visto nada parecido, mas confesso que me deliciei com a comparação, mesmo discordando de algumas semelhanças.
Abraços

Felina disse...

Os felinos apesar de insubmissos e independentes também sabem amar e ser comparada a um felino acaba por ser um elogio era bem pior se fosse a uma cadela hihihihi

Triyana disse...

Esta foi mesmo boa...