Cafeína Dupla e um ponto final

0 Comments



"Qual a lógica de classificar um edifício, ou parte de uma cidade, como património nacional (precisamente para preservar e não alterar) e depois se permite a construção de um edifício estética e volumetricamente tão agressivo e desenquadrado que não só destrói o equilíbrio da Praça Nova como "esmaga" o edifício que teoricamente se pretende preservar, abafando totalmente a sua presença e sua beleza? 

Querer preservar o centro histórico não é, obviamente ser contra a modernização e crescimento de Mindelo, nem contra a construção em altura. Sou sim contra a destruição do seu centro histórico e espero que cada erro do passado não seja desculpa para a construção de novos erros com mais e mais pisos."

Dra. Ana Cordeiro


"Quando num debate tão importante para o Mindelo em vez de se apresentar argumentos em defesa do projecto EP se começa a insultar aqueles que manifestam reservas - perfeitamente naturais - os seus autores dão um péssimo sinal à cidade que dizem ter vindo defender. Continuem assim, continuem..."

João Branco


Nota final: o debate à volta do projeto que está a ser apresentado para o espaço do Éden Park resvalou, como se podia prever conhecendo o histórico de alguns dos intervenientes, para o insulto pessoal, pelo que me abstenho de voltar a entrar neste tipo de discussão. Para mim, quem diz representar os donos do projecto, perdeu toda a credibilidade e não merece que perca um segundo sequer da minha vida, que já é bastante agitada. Quanto ao que está a ser proposto, caberá agora às autoridades reagir, ao abrigo da lei e do bom senso.

O que vier, que venha e que seja para o bem da cidade do Mindelo. Agora, recuso-me a receber lições de moral ou de patriotismo de quem não percebe e muito menos conhece a nossa história, e de quem esta cidade tem recebido como contribuição apenas insultos e desrespeito. 

Saudações


Na imagem, um programa cultura do Éden Park, de 1943.



You may also like

Sem comentários: