Café Curto

0 Comments


Já falei sobre isto, já valeu uma crónica, vou voltar a falar: a quantidade de gente que anda a pedir nas ruas do Mindelo é impressionante. Não é normal. A sério. Não é criticar por criticar, não é ser um dos velhos dos marretas que só sabe dizer mal, é mesmo uma constatação. De todas as idades, gente de mão estendida nas ruas do Mindelo. Novos, jovens, menos jovens, velhos. Acamados, loucos, mães com bebés ao colo. E a todas as horas, de manhã cedo, à hora do almoço, de tarde, à tardinha ou de noite. E em qualquer lugar que se vá, somos barrados por alguém a pedir. Quase sempre dinheiro. Nas ruas da morada, claro. Nas entradas das várias Fragatas, na Praça Nova, seja lá onde for que tens estacionado o carro, lá estão à tua espera, para te pedir uma moeda. Se isto não é sinal de que algo vai mal, sinceramente não sei o que é.



You may also like

Sem comentários: